Torre de Observação do Inpa na floresta é revitalizada para receber turismo científico

Construída nos anos 1970 na floresta amazônica, equipamento com 40 metros de altura passa por obras para receber turistas, cientistas e observadores. Entre as mudanças, escada de 140 degraus será substituída. Iniciativa integra o projeto Museu da Floresta, executado em parceria com a Universidade de Quioto. "Essa torre tem uma importância histórica por ser a mais antiga da Amazônia", afirma pesquisador do Inpa.

Confira as atividades e oportunidades de 29 de abril a 5 de maio na Agenda Científica do MCTIC

No Museu de Astronomia e Ciências Afins, especialistas em ciência discutem obra escrita pelo político, naturalista e astrônomo francês Emmanuel Liais, que dirigiu o Observatório Nacional. Em Brasília (DF), Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (Ibict) promove três eventos para aumentar o intercâmbio entre usuários de sistemas voltados à comunicação e divulgação científica e tecnológica.

Mast vai disponibilizar 2 mil livros do acervo da Academia Brasileira de Ciências

Entre as raridades encontradas no acervo estão obras com anotações feitas por cientistas e correspondências pessoais. Para a diretora do Museu de Astronomia e Ciências Afins, a guarda da coleção coloca o Mast como detentor de um dos maiores acervos brasileiros de publicações científicas consideradas históricas. Dos 14 mil volumes que compõem o acervo da ABC, 2 mil já foram catalogados e serão expostos na próxima semana.